Adotar blogueiras: Dê esse passo também!

Heey apple
Bia aqui!
Trouxe mais uma super novidade pra vocês, que descobri nesses dias e consegui concretizar ela hoje.
O apadrinhamento do blog.
SIIIM ganhei uma madrinha, fui adotada por uma menina dona de um blog lindo

"Bia, que projeto é esse?"
O projeto se resume no seguinte:
A dona do blog E agora amiga? começou tudo isso. O projeto se baseia no apadrinhamento de blogs menores, por blogueiras maiores, de mais sucesso, mais tempo, pra dar dicas, ajudar, tirar medos, dúvidas, apoiar,...
Mas, como tudo na vida tem regras, as desse projeto são as seguintes (tirei direto da página, tá como a dona colocou):
"* A campanha não envolve qualquer custo ou ajuda financeira
* Você deverá publicar em seu blog essa campanha, caso participe. (tanto como adotante ou adotado) Isso fará com que mais blogueiras vejam a campanha e se interessem por ela, logo, você poderá ser adotada por um blog maior.
*As regras da campanha ficam a critério das duplas adotantes e adotados.
* O blog adotante pode adotar mais de um blog porém cada blog só pode ser adotado POR no MÁXIMO 2 (dois) blogs . Isso dará mais credibilidade e seriedade ao seu blog, afinal, ninguém gosta de quem é de todo mundo.
*Façam uma parceria limpa entre você e sua adotante, estabeleça as regras de vocês e as cumpra.
OBS: As regras oficiais da campanha são apenas essas, como dito em cima você irá formular as suas, então as regras poderão variar entre parceiros. "

Pra quem se interessou, o grupo do projeto é Adote uma blogueira iniciante, e ele é pra quem quer adotar e pra quem quer ser adotada. 
Para os blogs grandes tem a chance de conhecer novas pessoas, ajudar, transmitir as ideias e experiências, ter um(a) parceiro(a), e até criar amizades, ou o que for.
Para os blogs pequenos, assim como o meu, temos a chance de crescer, aparecer, ter novos leitores, adquirir novas experiências, ganhar apoio, ajuda e conselhos. 

Pontos ruins de ser adotada:
Ao meu ver não tem. Mas, pra aquelas que odeiam que se metam na sua vida, é um caos. O padrinho, ou seja lá como se trata, tem como quase dever ajudar e dar dicas, apoiar e, pra quem é daquele tipo "meu blog, minhas ideias, meu jeito" vai ser um obstáculo grande!
Também vai da escolha! Escolher um padrinho/madrinha que tem um blog muito diferente do teu pode causar transtornos. EX: Tu escreve sobre livros, e teu padrinho/madrinha diz que falar sobre moda chama gente, mas tu odeia moda... vai dar uma briguinha ai em!
Pontos positivos de ser adotada:
Tem 500 pontos bons, sério. Um eu já estou experimentando, que é o da ajuda, conselhos, ideias. É super legal uma pessoa que já passou por tudo o que tu passa e te dá ajudas de como resolver problemas, conseguir visualização, tirar dúvidas e aquelas nossas manias chatas.
Outro ponto bom é que podemos criar uma nova amizade, ter com quem dividir as angustias e, também, comemorar pequenas (ou grandes) vitórias.

Fui adotada pela Iasmin Cruz, uma garota baiana que tem um bom coração e topou me ajudar sem nem ver se eu tinha dinheiro, se tinha popularidade, só topou me ajudar e pronto sabe? Adorei isso. Nos primeiros minutos de adoção ela já me deu umas dicas boas, que vou começar a fazer aqui (algumas coisas vou avisando)
Recomendo que pensem no caso, apadrinhar um blog pequeno que precisa de ajuda, ou ser apadrinhada por um blog grande que tem muitas experiências a contar!
E ai, topa esse desafio? Eu topei, e você?
2Bjos
Bia

4 comentários:

Postar um comentário