Pesadelos: Você sabe da onde eles vem?

Heey apple.
Bia aqui!
PRECISAVA escrever sobre isso, porque nessa noite tive dois pesadelos que me deixaram ou apavorada, ou chorando muito.
Fiquei pensando (isso das 06h50 da manhã, quando acordei do primeiro pesadelo) "De onde raios vem o pesadelo?"
E deu nisso, espero que gostem!!
(Citações estarão destacadas de alguma cor, para diferenciar minhas autorias das ideias alheias)
Pesquisando pela internet, descobri uma coisa legal ou não: Faço parte do grupo de 2% a 6% da população que tem pesadelos frequentes, mais de uma vez por semana. Desde sábado foram 4 pesadelos (dois em cada dia), e todos eu acordei apavorada, chorando. Quando estou com meu namorado, geralmente, acordo ele e choro que nem criança no ombro dele, tremendo. Desta vez chorei e tremi que nem criança, só que acompanhada da solidão e da luz de um telefone despertando.
Mas de onde raios vem o pesadelo? Já estudei sobre isso a tempos, mas agora me aprofundei e descobri!
Em um site achei isso:
" Uma das teorias que explicam a importância dos sonhos ruins vem do psiquiatra Allan Hobson. Para ele, pesadelos são uma espécie de treino para situações de perigo. Fomos selecionados durante milhões de anos de evolução para ter um cérebro que é naturalmente amedrontado - o que explica, por exemplo, o fato de o pesadelo mais comum ser o que envolve algum tipo de perseguição. Ou seja, aqueles que têm muitos pesadelos estariam em vantagem evolutiva, pois ficariam mais alertas e preparados na vida real. E, assim, teriam mais chances de sobrevivência. Neurologicamente, a teoria faz sentido porque uma das áreas mais ativadas durante o sono REM é a amígdala, aquele pedacinho do cérebro que controla a ansiedade e o sistema de fuga ou luta dos animais. "Quem tem mais sonhos desagradáveis fica mais regulado emocionalmente", diz Flávio Aloe, coordenador do Centro Interdepartamental de Estudos do Sono do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas de São Paulo.
Mas, se existe um fator que os sonhos ruins realmente preveem, é a personalide. Quem tem pesadelos plausíveis, como não conseguir terminar uma prova a tempo, por exemplo, costuma ter grande capacidade de concentração e habilidade para separar o pensamento racional do emocional. Já as pessoas no outro oposto de personalidade têm dificuldade em distanciar a razão da emoção, são mais vulneráveis a situações de estresse, e passam boa parte da vida (acordada) viajando em pensamentos distantes. Mas nem tudo é ruim. "Quem passa a vida tendo pesadelos tem tendências artísticas e criativas que não são encontradas nos outros grupos", diz Patrick McNamara em seu livro Nightmares. São essas as pessoas agraciadas com sonhos de alienígenas e banquetes canibais."
O especialista Stephen LaBerge deu dicas de como controlar os sonhos/pesadelos:
1. Faça um diário
Anotar sonhos incentiva você a lembrá-los e prestar atenção quando ocorrem. Quando estiver acordado, pergunte-se sempre: "Isso é um sonho?"

2. Saiba que é sonho
Durante o sonho, tente ler objetos: se você não conseguir, é sonho. Dica: faça o mesmo acordado. Parece bobo, mas ajuda a transformar em ato inconsciente. 

3. Redistribua o sono
O último passo é fatal: durma 6 horas; acorde, ande pela casa; durma mais duas. LaBerge garante que as últimas são ótimas para sonhos lúcidos.


Em outro site, li que acidentes, ansiedade, stress, incômodos externos (frio, algo pinicando, colchão duro, barulhos,..)condições de saúde (febre, dores, mal estar,...) causam pesadelos também. Dormir numa cama desconfortável, ter febre, suador, algo lhe incomodando, stress,... todos esses fatores podem acarretar pesadelos!
Mulheres tem mais pesadelos que homens, mas eles sonham mais com demissões e violências, enquanto nós, mulheres, sonhamos mais com assédio sexual e perda de entes queridos (isso explica muita coisa, diversas vezes já sonhei com estupros, sequestros, tráfico de pessoas,...).
Uma dica pessoal, que eu uso muito, é cuidar o que veste para dormir. Conheço gente que dorme de calça jeans, deve ser bem desconfortável. Roupas leves, arrumadas a temperatura local, ajudam a dormir melhor. Outra coisa que ajuda muito é evitar celulares e outras coisas quebrantes por perto. Essa noite acordei do primeiro pesadelo tremendo e, inconscientemente, peguei meu celular e derrubei ele no chão sem querer. E se quebra? Ai ferrou tudo de vez! Água por perto ajuda a acalmar e voltar a dormir mais rápido e melhor, sempre deixe uma garrafinha de água limpa por perto.

Bem, era isso, espero que tenham gostado!
Dividi minhas angustias de hoje com vocês, e tirei algumas dúvidas minhas e de quem quer que tivesse também.
Alguém ai também, como eu, tem sonhos frequentes demais? Com o que mais sonha? Diz aê, to curiosa pra saber!
2Bjos
Bia *-*

(Citações retiradas daqui e daqui)

6 comentários:

Postar um comentário